Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Entrevista com a artista Helena Lebre

Sábado, 28.09.13



Artista Plástica autodidacta Helena Lebre

O grito do cisnes

Esta aqui está a surpresa, uma entrevista com a artista autodidacta Helena Lebre

Helena teve uma exposição no auditório da Livraria Bertrand  desde 13 a 26 de Setembro.

Nasceu em 1960 e Portuguesa e natural de Aveiro é casada reside em Aveiro 

 

 

Exposiart: Olá artista antes de mais, quero agradecer a disponibilidade de me ter dado,

Esta, entrevista.

Olá Amigo Artista

Conforme prometido junto seguem as minhas respostas à sua entrevista

 

 

1- Como ocupa seus momentos de lazer?

 Helena Lebre: Há alguns anos resolvi, por opção, desempregar-me. Passei a ser dona de casa,

o que dá muito mais trabalho, por isso os momentos que eu considero mesmo de lazer,

é quando estou a pintar.

 

2- Que Formação académica têm? Têm alguma formação a nível de artístico?

 Helena Lebre: Tenho o 2º ano do Curso Complementar dos Liceus (incompleto), novo 11º Ano.

Ficou por acabar.

A nível artístico, a formação é a que adquiri nos tempos de escola.

 

3- Que actividade Profissional exerceu? Têm alguma actividade Profissional actual?

 Helena Lebre: Comecei a trabalhar aos 19 anos num escritório. Em 1988 junto com meu marido fomos para uma empresa situada em Cacém - Sintra, na qual exerci as funções de secretária de Direcção Fabril. Em 2002 regressámos para Aveiro, para uma empresa, na qual exerci as funções de Gestora de Planeamento e Controlo da Produção.

Ao fim de 1 ano resolvi desempregar-me e durante uns tempos apenas me dediquei à família. Como tinha necessidade de criar algo, durante 4 anos dediquei-me ao artesanato, com ajuda do meu marido, participando em diversas Feiras de Artesanato. Como os gastos já eram superiores aos ganhos, cessei a actividade. Por curiosidade, resolvi inscrever-me num ateliê de pintura em azulejo. Gostei e gosto, mas senti que não era o que queria.

 

4- Como inicio a sua actividade artística?

 Helena Lebre: A actividade artística de pintar, foi iniciada ao ser incentivada a pintar tecidos, daí veio o "bichinho" de voltar a pintar, pois na adolescência pintava pequenas placas de madeira (platex). Então resolvi, comprar telas, tintas, pincéis... ia abrindo imagens no computador e ia tentando pintar à vista. Imagens que gostava, imagens que me pediam...e assim foi como que um recomeço...

 

5- Que tipo de arte, técnica usa e quais os materiais usa?

Helena Lebre: Não sei qual é o meu tipo de arte, não tenho formação suficiente para lhe "dar um nome", e a técnica tem sido até agora a óleo.

Ponho uma tela branca na frente, e muitas vezes vou olhando para ela durante diversos dias, até lá ver algo... e quando vejo é quando começo a pintar...

 

6- Que tipo de arte Prefere? Quais os Seus material preferido?

Helena Lebre: Em termos de arte não tenho preferências. Admiro muitas expressões de arte.

Gosto de pintar a óleo, o que não quer dizer que não venha a experimentar outras.

Pinto porque gosto de pintar, é uma necessidade mesmo. Não comecei a pintar para fazer negócio, foi pelo prazer. As situações foram surgindo principalmente desde que comecei a divulgar os meus trabalhos no Facebook e me tornei sócia da AAAGP  (Associação da Amizade e das Artes Galego Portuguesas) desde 2012.

 

7- Com que frequência faz exposições colectivas e individuais?

Helena Lebre: As exposições vão surgindo, principalmente através da AAAGP. A da Livraria Bertrand no Fórum Aveiro, aconteceu porque resolvi contactar, pois já tinha visitado diversas exposições nesse local.

 

8-        Qual a sua preferência?

Helena Lebre: Neste momento não tenho preferência, por colectiva ou individual. Qualquer das situações nos enriquece.

 

9- Como define o seu trabalho com Artista plástica?

 

Helena Lebre: Para ser franca não sei defini-lo, identifico-me com algumas obras, outras não tanto. E creio que é o que acontece com quem as vê.

 

10 - Quais a sua cores magicas que mais se sente ligação que a fazer sonhar ou vibrar?

Helena Lebre: Depende de como me sinto, mais "negra" ou mais "colorida", mas cores fortes são para mim a minha maneira de ver a Vida

 

12- Quais foram as influencia que sofreu o seu trabalho?

Helena Lebre: Influências? Não sei, mesmo... vou explorando, experimentando..... É um processo de aprendizagem

 

13- Helena as suas obras nesta exposição essencialmente é sobre a mulher e o seu corpo. Diga-nos o porque da escolha do tema? Queria de alguma maneira homenagear as mulheres enquanto seres maternais emocionais?

  Helena Lebre: O tema surgiu como que por acaso. É mais uma homenagem à paixão pela Vida.

 

14-      Qual o seu quadro preferido?

Helena Lebre: Tenho algumas obras de gosto mais, alguns já nem os tenho., mas ainda me lembro do prazer que me deram. Normalmente o que estou a pintar é nesse momento o preferido, mas depois de terminar deixa de se... pois sinto a necessidade de partir para outro.

 

15- Pode fazer um breve resumo dos seus quadros?

Helena Lebre: Resumi-los? É difícil... Mas creio que todos se resumem à Vida, na minha perspectiva.

 

Exposiart: Obrigado Helena Lebre por todo o seu tempo disponível por nós dar está entrevista boa sorte para o seu futuro profissional e muita cor de felicidade na sua vida.

 

 

Helena Lebre: Obrigada, eu!

 

Cumprimentos,

Helena Lebre

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por exposiart às 17:49